O Ter e o Ser: impressões de uma cultura materialista - Solange Galeano

31/03/2014 15:02

    O Ter impera sobre o Ser em nossa cultura. Nossos parâmetros de sucesso estão pautados no quanto conquistamos em termos materiais e essa visão tem causado prejuízos para o desenvolvimentos de nossas reais potencialidades.

    Uma das consequências da visão materialista, que norteia nossa sociedade, é a alienação em relação a nós mesmos: já não sabemos distinguir entre o que, de fato, é necessário do que é supérfluo, fruto da imposição cultural e social de interesses capitalistas.

    Outro contraponto do materialismo é a competição acirrada, nada democrática, a que todos somos expostos com vistas a uma melhor colocação no mercado de trabalho.

    Fatos, como os descritos, têm gerado mal estar, angústia, agressividade nas relações humanas e levado a um consumismo desenfreado, afetando, ainda mais, o meio ambiente já tão comprometido. Além disso, a conquista indiscriminada de bens materiais nos conduz a breves momentos de satisfação que rapidamente esvaecem, uma vez que não é o acúmulo de matéria que alimenta o espírito. Sermos alienados de nós mesmos, numa busca insana do Ter em detrimento do Ser, tem gerado transtornos, como depressão e ansiedade, e violência, pois essa procura acirra ânimos e depreende um grande desgaste de tempo e energia desnecessários.

    Assim, devemos transcender à mera sobrevivência e à realização de metas socialmente determinadas, indo além dos limites pessoais e culturais. Temos que nos dispor a aprender ademais do que já sabemos a fim de que nos tornemos melhores do que somos e de que sejamos capazes de ir além de onde chegamos.

    


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!